Método Esquemaria → Com várias novidades legais para concurseiros 🚀

Método Esquemaria → Com várias novidades legais para concurseiros 🚀

a-palavra-suficientes-existe-adverbio-adjetivo

Advérbios e adjetivos → A palavra “suficientes” (no plural) existe?

Artigo atualizado em 4 de junho de 2019
Você já ouviu falar da palavra "suficientes"? Vejamos, juntos, esta dica de português.

Ahhh, o maravilhoso mundo do português… dá para acreditar que a palavra “suficientes” existe assim mesmo, no plural? 😱 😱 😱

Pode até ser que você já soubesse disso antes de entrar neste artigo, mas vamos ver o assunto de um modo diferente…

…e vamos descobrir QUANDO devemos escrever “suficiente” e quando devemos escrever “suficientes”!

“E qual é a importância de saber sobre esse assunto, Carol?”

É importante por um simples motivo: discursiva!

Eu já ensinei aqui no Esquemaria 4 dicas de como escrever melhor para concursos e também fiz um eBook de discursivas do Cespe. Agora, vai mais uma dica de discursiva! UEBA!

O vídeo com a explicação sobre advérbios e adjetivos no caso da palavra “suficientes” é este:

E, claro, vou mandar um resuminho do vídeo acima:

A palavra “suficientes” existe?

SIM, EXISTE!

Vamos ver como isso funciona.

Comecemos por este exemplo:

Eu vou passar se estudar MUITO.

Você não pode usar a palavra MUITO no PLURAL, nesse caso! Você não pode falar “eu vou passar se estudar MUITOS“.

Então, se, nesse mesmo exemplo, você fosse trocar a palavra MUITO pela palavra SUFICIENTE, a palavra SUFICIENTE não iria para o plural.

Por exemplo:

Eu vou passar se estudar SUFICIENTEMENTE.

Você não poderia dizer “suficientes” ou “suficientementes”.

Nesses casos, a palavra MUITO e a palavra SUFICIENTE são advérbios, e não vão nunca para o plural, assim como nenhum advérbio no MUNDO vai para o plural!

Por quê? Porque os advérbios são invariáveis! Eles não mudam em gênero nem em número.

Agora, digamos que você fale:

Eu vou estudar MUITAS horas para passar.

Nesse caso, a palavra MUITAS vai ser um adjetivo, que é variável, ao contrário do advérbio.

E como você sabe que o adjetivo é variável? Porque ele está mudando em gênero e número, quando se refere à palavra horas, no exemplo dado. A palavra horas, nesse caso, é um substantivo.

Por isso você não fala “eu vou estudar MUITO horas para passar”.

Daí você pergunta: o que significa, Carol, dizer que o adjetivo está variando em gênero e número?

Simples: variação de gênero significa fazer as devidas trocas do feminino para o masculino.

Por exemplo: a menina; o menino. “A” e “O” variaram em gênero.

Já a variação de número significa fazer as devidas trocas em quantidade.

Por exemplo: o menino; os meninos. “O” e “OS” variaram em número.

Então vamos voltar ao nosso exemplo:

Eu vou estudar MUITAS horas para passar.

Nesse caso, a palavra MUITAS varia em gênero (feminino) e número (plural).

Então aí vem o macete, a TROCA que a gente pode fazer. Você pode falar, por exemplo, “eu vou estudar horas SUFICIENTES para passar”!

A palavra SUFICIENTES, nesse caso, varia em número, porque ela se refere à palavra HORAS, logo, a palavra SUFICIENTES é um adjetivo, por isso pode ir para o plural! YAY!

Um abraço, bons estudos, ótima vida!

Carol :)

Compartilhar este artigo:

  • Obrigada, Rodrigo!
    Aqui no Esq eu uso o illustrator, que é um programa para designers. Sugiro que você faça à mão mesmo (como ensino em esquemaria.com.br/exemplos-mapas-mentais-fichas-estudos/)

  • Gilmara Maria Baddaratz Giotti disse:

    Estou amando seus vídeos, vou prestar o concurso público para Prefeitura do município vizinho, é o meu primeiro concurso, confesso que estou um pouco desesperada. Gratidão por ter te conhecido. Parabéns pelo belíssimo trabalho.

  • Turbine seus estudos com a Newsletter Esquemaria! Receba toda segunda-feira:

    ✅ Dicas exclusivas 📅 Agenda de concursos 📚 Materiais selecionados

    NEWSLETTER DO ESQUEMARIA

    As notícias das quais todo concurseiro precisa, por e-mail! 🌟

    Mensagem da semana: Qual foi o assunto que mais caiu em língua portuguesa em 2024?⚡

    Vou te mandar um e-mail falando QUAL foi a teoria que mais caiu de língua portuguesa este ano, nos concursos públicos.

    Inscreva-se no formulário, para receber.

    Na mensagem de e-mail desta semana, enviarei acesso a uma aula sobre o que mais caiu em português este ano.

    Eu sou muito ligada à língua portuguesa e sei que este conteúdo pode ajudar os concurseiros mais espertos a vencerem as bancas nesta matéria tão importante para concursos públicos.

    Junte-se a 2.156 concurseiros.

    O que mais você receberá pela Newsletter?

    ✨ Dicas Preciosas de Estudo

    🏆 Histórias que Inspiram

    🚀 Atualizações do Método Esquemaria

    📅 Agenda de Concursos

    🎬 Vídeos Novos no Canal

    🤔 Artigos com Material de Estudos

    🛠️ Kit de Ferramentas do Estudante

    🎯 Desafios Semanais

    💬 Perguntas e Respostas

    💎 Ofertas Exclusivas

    🗣️ Histórias Reais de Concurseiros

    📊 Mapas Mentais

    🔥 Inspiração Semanal

    🎙️ Entrevistas com Especialistas

    Junte-se a 2.156 concurseiros.

    Faça sua pré-matrícula:

    plugins premium WordPress
    >