Você está na matéria de

Em texto longo cobrando a parte, para onde olhar?

Para a parte.

2---Texto-longo-cobrando-uma-parte-olhe-para-a-parte

Caiu na prova

FGV
Nível Superior
CGE-SC
2023

Estamos em 2022 e, neste momento, a maioria das transações bancárias, segundo o Banco Central, é realizada na modalidade Pix. Essa modalidade já superou a TED e o DOC.


Sabemos que no Brasil existe muita sonegação, muitas empresas, principalmente as menores, não declaram tudo aquilo que movimentam. Porém, do outro lado da mesa, está a Receita Federal — com supercomputadores e com analistas bem treinados para auditar as milhares de informações que chegam aos bancos de dados do órgão.


As Secretarias de Fazenda Estaduais e as Prefeituras estão se modernizando cada vez mais (é o caso do DF, que possui a Malha Fiscal), com o uso de tecnologia para tratamento das informações recebidas através das obrigações acessórias, a fim de evitar a sonegação fiscal por parte das empresas e não deixar de arrecadar tributos.


A Receita Federal, através do sistema SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), montou uma verdadeira armadilha para as pessoas físicas e jurídicas que não declaram suas movimentações financeiras.


O que antes era feito em papel passou a ser digital e online, ou seja, hoje em dia a Receita Federal pode identificar uma operação clandestina antes mesmo de ser concluída.


E, a partir de 2023, será possível cruzar a movimentação bancária gerada pelas empresas (de qualquer porte) com as informações repassadas pelas instituições financeiras, intermediadores financeiros e instituições de pagamento para arrecadar os tributos devidos nessas operações.


Não importa a forma de transferência utilizada pelas empresas, TED, DOC, Pix etc. Tudo será informado para o fisco e, como já dissemos, no caso do Pix, a informação será retroativa.


(Arvi Consultoria)

 

Observe o primeiro parágrafo desse texto:


Estamos em 2022 e, neste momento, a maioria das transações bancárias, segundo o Banco Central, é realizada na modalidade Pix. Essa modalidade já superou a TED e o DOC.

Sua função textual é a de

Comentário longo

Mais um exemplo de questão que você não precisa do textão para poder responder. É só ler o texto mais curto e matar a questão com base nele.

Aqui, a expressão “neste momento”, no texto, aponta para a alternativa B como resposta – “destacar a importância do Pix como operação financeira, no momento em que vivemos.”

Vejamos as demais alternativas.

Alternativa A: O texto não tem o objetivo principal de discutir as diversas formas de operações financeiras, mas sim de enfatizar a importância do Pix em relação a outras formas de transações.

Alternativa C: Embora o parágrafo mencione que o Pix é mais utilizado do que outras formas de transações, seu objetivo é destacar a popularidade do Pix, em vez de discutir problemas relacionados a outras modalidades.

Alternativa D: O parágrafo não tem como objetivo alertar sobre possíveis problemas decorrentes do grande número de transações financeiras usando o Pix. Não há indicação (no texto) de riscos envolvendo o uso do Pix.

Alternativa E: O parágrafo não menciona o processo de fiscalização realizado pelas instituições.

Em texto longo cobrando a parte, para onde olhar?

Para a parte.

2---Texto-longo-cobrando-uma-parte-olhe-para-a-parte
A discussão ainda não começou.

Quantidade de vezes que você viu este Cartão de Memória: 33

Veja todas as matérias disponíveis no Cartões de Memória

Faça sua pré-matrícula:

plugins premium WordPress
>