Você está na matéria de

Quais são os pronomes do caso oblíquo tônicos?

mim, ti, ele/ela, nós, vós, eles/elas

Servem como OBJETOS.

12---Pronomes-oblíquos-tônicos 2

Caiu na prova

FGV
Consultor Legislativo
Senado
2022

O discurso de Getúlio Vargas no dia 1o de maio de 1951 pode não ter mudado o mundo, mas certamente alterou o rumo do Brasil. À frente de um estádio de São Januário (RJ) lotado, o então presidente do país fez sua homenagem aos trabalhadores do Brasil, enfatizando suas políticas públicas de regularização do trabalho.

 

O início desse discurso diz:

 

“Trabalhadores do Brasil,

 

Depois de quase 6 anos de afastamento, durante os quais nunca me saíram do pensamento a imagem e a lembrança do grato e longo convívio que mantive convosco, eis-me outra vez aqui ao vosso lado, para falar com a familiaridade amiga de outros tempos, e para dizer que voltei a fim de defender os interesses mais legítimos do povo, e promover as medidas indispensáveis ao bem-estar dos trabalhadores.

 

Esta festa de 1º de maio tem para mim e para vós, uma expressão simbólica: é o primeiro dia de encontro entre os trabalhadores e o novo governo. E é com profunda emoção que retorno ao vosso convívio nesse ambiente de regozijo e festa nacional. Em que nos revemos uns aos outros a céu aberto e em que o governo fala ao povo de amigo para amigo na linguagem simples, leal e fraca que sempre lhes falei.

 

Nas horas de glória e de triunfo, assim como nas de sofrimento e de perseguições, os trabalhadores foram sempre fiéis, desinteressados e valorosos. E posso repetir hoje, de coração, o que mais de uma vez proclamei: os trabalhadores nunca me decepcionaram. Nunca se aproximaram de mim para pleitear interesses particulares ou favores pessoais. Pleitearam sempre para a coletividade a que pertencem, pelo reconhecimento dos seus direitos, pela melhoria das suas condições de vida, pelas reivindicações da classe e pelo bem-estar dos seus semelhantes”.

A estratégia discursiva que foi empregada predominantemente nesse segmento do discurso de Getúlio Vargas, é

Comentário longo

A estratégia discursiva que foi empregada predominantemente nesse segmento do discurso de Getúlio Vargas é a letra C: inserir o público na fala do discurso por meio de referências pronominais. O trecho apresenta o uso de pronomes pessoais como “vós”, “convosco” e “uns aos outros”, que cria uma conexão direta entre o público e o orador, permitindo que os trabalhadores se identifiquem com a mensagem.

Os pronomes pessoais são palavras usadas para indicar as pessoas do discurso (quem fala, com quem se fala ou de quem se fala). São eles:

  • Pronomes pessoais do caso reto (sujeito): eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas.
  • Pronomes pessoais do caso oblíquo (objeto): mim, ti, ele/ela, nós, vós, eles/elas (formas tônicas); me, te, o/a, nos, vos, os/as (formas átonas).

No trecho do discurso de Getúlio Vargas mencionado anteriormente, são utilizados pronomes pessoais do caso reto e do caso oblíquo, como “eu”, “vós”, “convosco”, “uns aos outros”, “nós”, entre outros.

Demais alternativas:

A) Apelar para uma declaração inicial inesperada em função da situação em que é proferido o discurso. Esta alternativa não é a resposta correta porque o início do discurso de Getúlio Vargas não apresenta uma declaração inicial inesperada. Pelo contrário, ele se apresenta aos trabalhadores com uma fala amistosa e em clima de festa, o que era esperado em um discurso feito no Dia do Trabalho.

B) Utilizar, como diz o próprio orador, uma linguagem de registro popular a fim de que todos os ouvintes possam compreendê-lo. Essa alternativa não é a resposta correta porque, apesar de Getúlio Vargas utilizar uma linguagem simples e acessível, essa não é a estratégia discursiva predominante no segmento citado. O principal objetivo de Vargas era enfatizar a importância dos trabalhadores para o desenvolvimento do país e reforçar o compromisso do governo com a melhoria de suas condições de vida.

D) Apresentar imediatamente a tese do discurso, seguida de um exemplo concreto que permite a ancoragem na realidade. Essa alternativa não é a resposta correta porque, embora Vargas apresente a tese de que voltou para defender os interesses do povo e promover medidas para o bem-estar dos trabalhadores, ele não segue essa declaração com um exemplo concreto. Em vez disso, ele continua elogiando a fidelidade dos trabalhadores e seu compromisso com a coletividade.

E) Elogiar, sem justificativas, a classe dos trabalhadores, opondo-a implicitamente às demais classes. Essa alternativa não é a resposta correta porque Vargas não está elogiando os trabalhadores em oposição às demais classes, mas sim reconhecendo a importância dos trabalhadores para o desenvolvimento do país e agradecendo sua fidelidade e compromisso com a coletividade. O discurso não busca criar divisões entre as classes sociais, mas sim destacar a importância da classe trabalhadora para o país.

Quais são os pronomes do caso oblíquo tônicos?

mim, ti, ele/ela, nós, vós, eles/elas

Servem como OBJETOS.

12---Pronomes-oblíquos-tônicos 2
A discussão ainda não começou.

Quantidade de vezes que você viu este Cartão de Memória: 60

Veja todas as matérias disponíveis no Cartões de Memória

Faça sua pré-matrícula:

plugins premium WordPress
>