Você está na matéria de

O que pode acontecer com o "Uso do Se" na interpretação?

O se é mais uma daquelas palavrinhas mágicas para você prestar muita atenção.

O termo "SE" pode ter diferentes significados, portanto, suas funções dependem do contexto em que é utilizado. Aqui estão alguns exemplos:

  • SE como pronome reflexivo: Nesse caso, a função de SE é indicar que a ação do verbo é realizada pelo sujeito e também recai sobre ele mesmo. Por exemplo: "João se olhou no espelho".
  • SE como partícula apassivadora: Quando o verbo é utilizado na voz passiva, SE pode ser usado como partícula apassivadora, indicando que o sujeito é passivo da ação. Por exemplo: "O livro foi entregue pelo correio" (voz passiva), "Entregou-se o livro pelo correio" (voz passiva com uso do SE).
  • SE como conjunção condicional: Em algumas construções, SE é utilizado como conjunção condicional, indicando que a ação do verbo só ocorrerá se determinada condição for atendida. Por exemplo: "Se chover, não iremos ao parque".
  • SE como pronome indefinido: Em alguns casos, SE pode ser utilizado como pronome indefinido, indicando uma ação indeterminada. Por exemplo: "Precisa-se de ajuda para limpar a praça".
14---Uso-do-se

Quantidade de vezes que você viu este Cartão de Memória: 37

Veja todas as matérias disponíveis no Cartões de Memória

Faça sua pré-matrícula:

plugins premium WordPress
>