0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

“Nunca vou conseguir ser bom em”

“Eu SOU muito procrastinador”

Certa vez, eu estava em uma reunião com amigos empreendedores em um hotel lindo a 3 horas de São Paulo. Era um hotel

 

me ensinou a nunca julgar as coisas superficialmente. Enquanto não nos esforçamos para conhecer algo ou alguém de modo mais profundo, não conhecemos nada. Não existem atalhos para o conhecimento, em especial para aquele que vem da experiência pessoal. Seguir as fórmulas convencionais e fazer uso de atalhos pode ser pior do que não saber absolutamente nada.

Horowitz, Ben. O lado difícil das situações difíceis: Como construir um negócio quando não existem respostas prontas (Locais do Kindle 143-145). WMF Martins Fontes. Edição do Kindle.

“Chegou tarde para o treino? Entregue a merda do uniforme. Não quer participar de jogadas violentas? Entregue a merda do uniforme. Não quer correr em campo? Entregue a merda do uniforme. Me chamou de Chico? Entregue a merda do uniforme.” Era o discurso mais forte, mais hilário e mais poético que eu já tinha ouvido.

Horowitz, Ben. O lado difícil das situações difíceis: Como construir um negócio quando não existem respostas prontas (Locais do Kindle 155-157). WMF Martins Fontes. Edição do Kindle.

 

Naquela época, aprendi a regra mais importante para levantar dinheiro de investidores privados: procure um mercado de uma só pessoa. Basta que um único investidor diga “sim”.

Horowitz, Ben. O lado difícil das situações difíceis: Como construir um negócio quando não existem respostas prontas (Locais do Kindle 406-407). WMF Martins Fontes. Edição do Kindle.

 

 

Marc Andreessen tentou me animar dizendo algo que, na época, não achei nada engraçado: Marc: “Sabe qual é a melhor coisa de trabalhar numa startup?” Eu: “Não. O quê?” Marc: “Só sentimos duas emoções: euforia e terror. E a falta de sono intensifica as duas.”

Horowitz, Ben. O lado difícil das situações difíceis: Como construir um negócio quando não existem respostas prontas (Locais do Kindle 422-425). WMF Martins Fontes. Edição do Kindle.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×